Search

Tragédia em Brumadinho – Nota de Pesar


Informe 07 - Nota de Pesar

PDRH Rio Paraopeba | Minas Gerais

Belo Horizonte, 29 de janeiro de 2019


A equipe do Plano Diretor de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Paraopeba (PDRH Paraopeba) vem acompanhando com grande pesar o desastre que atingiu a Bacia na tarde de sexta-feira, 25/01. Nossos técnicos se solidarizam com os familiares dos atingidos pelo colapso da barragem de rejeitos da Mina Córrego do Feijão e com todos os cidadãos do município de Brumadinho.

Barragem da Mina de Córrego do Feijão, Brumadinho - MG


Foto: PMMG, 25 de janeiro de 2019


O rompimento da barragem traz graves consequências sociais, ambientais e econômicas para o município e para a Bacia do Rio Paraopeba, desta forma, o PDRH espera que as ações imediatas e futuras possam auxiliar na prevenção da trágica repetição deste tipo de acontecimento.


Cabe ressaltar que o diagnóstico, prognóstico e cenários do PDRH já indicavam a criticidade dos recursos hídricos na Bacia do Rio Paraopeba, situação agravada com a tragédia de Brumadinho. Preservar, recuperar e manter a qualidade das águas superficiais e subterrâneas da bacia segue a demandar restrições de usos, combate à dispersão de resíduos urbanos, agrícolas e industriais; o engajamento de todos os setores para o uso responsável dos recursos hídricos; e o fortalecimento da gestão e seus instrumentos de planejamento, controle e fiscalização.


Os documentos do PDRH Rio Paraopeba atestaram ainda que a atividade minerária é a que mais solicita os recursos hídricos e impacta o ambiente, principalmente no médio Paraopeba. Tal realidade exige todo o empenho do setor em firmar e cumprir as diretrizes a serem estabelecidos pelo Plano de Ações e Plano de Recursos Hídricos.


Em momento oportuno o Grupo de Acompanhamento Técnico (GAT) do Plano fará a devida avaliação acerca dos estudos empreendidos, para que o Plano de Ação, cuja proposta preliminar estava sendo elaborada para o debate, possa ser adaptado com o objetivo de fornecer um ambiente para a pactuação em torno da preservação e do uso correto das águas da Bacia.


Desde o ocorrido, diversos órgãos parceiros do PDRH vêm emitindo notas de pesar e trazendo informações acerca da tragédia, nesse sentido, acompanhe pelos links abaixo as manifestações da Agência Nacional de Águas (ANA), Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM), Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paraopeba (CBH Rio Paraopeba) e Comitês irmãos:


Análise da ANA sobre boletim de monitoramento especial do rio Paraopeba


Notas de Esclarecimento IGAM/SISEMA


Manifestos do CBH Rio Paraopeba e do Fórum Mineiro de Bacias Hidrográficas de Minas Gerais sobre o rompimento da barragem da Mina de Feijão


CBH Rio São Francisco e CBH Rio das Velhas se unem com o CBH Rio Paraopeba


Acompanhe as atualizações do PDRH Paraopeba pelo site e redes sociais.

Facebook; Instagram; Twitter